Nos primeiros 90 minutos das finais da Copa do Brasil, foi o time da casa quem saiu vitorioso. O Athletico-PR venceu o duelo em um jogo marcado por muita intensidade defensiva.

Logo no início do jogo, eram os paranaenses quem ditavam o ritmo. Por meio de cruzamentos e jogadas de velocidade, a presença do Athletico na área colorada era constante. A primeira chegada mais forte foi aos 6 minutos, quando Nikão deu um passe de cabeça para Rony, que errou na hora de fazer a bicicleta.

A partir daí, o Athletico passou a gostar dos chutes de fora da área: Rony e Leo Cittadini tentaram, mas viram seus arremates irem para fora. A única chance do Inter foi aos 12 minutos, em chute de Nico Lopez, mas que passou longe do goleiro Santos.

Mesmo no segundo tempo, o jogo era o mesmo, de total comando do time da casa. Aos 12 minutos, Bruno Guimarães tabelou com Marco Ruben e, na saída do goleiro, chutou no canto esquerdo de Marcelo Lomba e estufou as redes.

A derrota por um gol de diferença era de bom grado do Internacional, visto que ainda tem o jogo da volta e será em Porto Alegre. Quem teve mais uma chance foi o Athletico, que ficou perto do segundo gol em um chute de Rony, aos 27 minutos do segundo tempo, que Marcelo Lomba defendeu.

Os dois times voltam a se enfrentar no jogo da volta, no dia 18 de setembro, no Estádio Beira-Rio. Para se sagrar campeão, o colorado precisa vencer por dois gols ou mais. Vitória do Inter com apenas um gol de diferença leva o duelo para os pênaltis e qualquer outro resultado o Athletico-PR se sagra campeão.

FICHA TÉCNICA – ATHLETICO-PR 1×0 INTER

Data/Hora: 21h30 (horário de Brasília) do dia 11/09/2019.
Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR).
Arbitragem: Raphael Claus (árbitro principal).
Cartões amarelos: Nikão e Khellven (ATL).
Gol: Bruno Guimarães (ATL).
Athletico-PR: Santos; Khellven, Robson Bambu, Léo Pereira e Marcio Azevedo; Wellington e Bruno Guimarães; Nikão, Leo Cittadini (Thony Anderson, 13’2ºT) e Rony (Lucho Gonzales, 35’2ºT); Marco Ruben (Marcelo Cirino, 22’2ºT).Técnico: Tiago Nunes
Internacional: Marcelo Lomba; Bruno, Victor Cuesta, Rodrigo Moledo e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenilson (Nonato, 29’2ºT) e Patrick; Nico Lopez (19’2ºT) e D’Alessandro (38’2ºT); Paolo Guerrero. Técnico: Odair Hellmann

 

Reportagem: Pedro Oliveira

Foto: Athlético-PR/Divulgação