O Instituto Methodus e a Foca Comunicação divulgaram nesta quarta-feira (8) uma pesquisa que revela altos índices de rejeição por parte dos porto-alegrenses nas eleições municipais de 2020.

Caso a escolha para prefeito de Porto Alegre fosse hoje, entre votar ou anular o voto, sem citar nomes de candidatos, 35,5% optaram por anular. Sendo assim, dos mais de 1 milhão de eleitores da Capital, 380 mil anulariam.

A pesquisa constatou que o perfil do eleitor que pretende anular o voto é, em sua maioria, mais velho, com ensino médio completo e renda familiar de até cinco salários mínimos (R$ 4.990,00). Ainda é avaliado que, considerando também consultas qualitativas anteriores, ao conquistar maior estabilidade financeira e social e senso crítico político, este eleitor opta por abandonar o processo de escolha dos governantes.

Perguntados sobre a quem cabe a construção de uma Porto Alegre melhor, os entrevistados responderam assim: 72,14% das pessoas; 59,33% do poder público; 57,10% da política; 20,33% dos empresários; apenas 0,28% não sabe de quem depende.

Já quando questionados sobre as chances de votarem ou não em candidatos específicos, os entrevistados responderam o seguinte:

Pesquisa do Instituto Methodus e Foca Comunicação sobre as eleições de 2020

A pesquisa foi realizada de 10 a 16 de Abril de 2019 com eleitores de ambos os sexos, com 18 anos ou mais, de diferentes classes sociais, residentes no município de Porto Alegre. Foram realizadas 800 entrevistas em todas as regiões da cidade. A margem de erro é estimada em até 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.