Durante investigações da Operação Gêmeos, 2ª Delegacia de Polícia de Canoas localizou e identificou um veículo furtado em Porto Alegre e que foi deixado em uma via pública em Canoas. A descoberta levou os policiais civis a descobrirem uma oficina mecânica utilizada como desmanche ilegal de veículos, em Porto Alegre.

Depois de quase dois dias de operação, a polícia verificou que a situação do veículo, em situação ilegal, foi conduzido de volta a Porto Alegre, para uma oficina mecânica. O local era localizado próximo ao Fórum do Sarandi.

Segundo o delegado Rodrigo Caldas, os policiais civis localizaram e identificaram um veículo que havia sido furtado em Porto Alegre e que fora deixado, em Canoas, para “esfriar” (permanecer no local para despistar a ação policial). Depois de “esfriar” o automóvel foi encaminhado para esse desmanche.

No local foram presos em flagrante seis indivíduos.

Na ação, foram encontrados outros veículos irregulares, inclusive um veículo de luxo Mercedes-Benz. No total foram dez automóveis apreendidos.

 

Operação Gêmeos

A operação faz parte de uma série de ações que intensificam as investigações de roubos e furtos de veículos, assim como da receptação, desmanche e clonagem desses veículos.

“As investigações continuam, com o objetivo de desarticulação da organização criminosa. Outras ações deverão ocorrer”, disse o delegado Rodrigo Caldas.

Já o diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana de Canoas, delegado Mario Souza afirma que foi uma ação cirúrgica e necessária para retirar os meios de atuação da organização criminosa. “Os agentes da 2ª DP de Canoas agiram com energia e oportunidade, realizando essa necessária operação policial”, esclareceu Souza.

A ação no município de Porto Alegre contou com o apoio da equipe Volante da capital.

 

Foto: Divulgação Polícia Civil