Uma ação da Polícia Civil prendeu 17 suspeitos de integrarem uma organização criminosa que roubava carros para clonagem, em um esquema com o Primeiro Comando da Capital, facção de São Paulo. A Operação Vale Tudo aconteceu nesta segunda-feira (17),  em Esteio, Sapucaia do Sul, Canoas, São Leopoldo e Novo Hamburgo.

De acordo com as investigações, a quadrilha paulista encomendava um veículo. Os criminosos do Rio Grande do Sul executava o serviço com uma organização dividida em três partes. Um grupo era responsável por realizar os assaltos, a maioria em avenidas de Zona Leste de Porto Alegre.

A segunda equipe trabalhava na adulteração dos veículos, com a clonagem das placas. Enquanto o terceiro grupo transportava os carros para o Paraguai.

O esquema começou a ser descoberto em abril deste ano, com a prisão de um suspeito de roubo de carro. O veículo havia sido roubado na Capital e foi recuperado em Sapucaia do Sul. De acordo com a Polícia Civil, os criminosos tinham uma média de um roubo de carro por dia.

“No curso da investigação 24 indivíduos que pertencem à organização criminosa foram identificados. Também foi verificado que eles praticavam, em especial, roubo de veículos, mas também praticavam furtos de estepes de veículos, roubos a pedestres ou outros crimes patrimoniais, que lhes trouxessem lucro fácil”, explicou o delegado Juliano Ferreira, da 19ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre.

Ainda segundo o delegado, em troca do serviço, os criminosos recebiam drogas que eram comercializadas na região do Vale do Sinos.

 

Foto: Polícia Civil/ Divulgação