A Polícia Civil realizou a Operação Alto Cruz na manhã desta terça-feira (14), em Pelotas. Foram cumpridas 23 ordens judiciais, 22 delas foram mandados de busca e apreensão, a restante foi mandado de prisão preventiva. A operação foi deflagrada para encontrar o restante dos membros do grupo responsável pelo sequestro de Rosângela Barcellos Freda, mãe do jogador Taison, do Shakhtar Donetsk.

De acordo com o delegado Rafael Lopes, o sequestro ocorreu no dia 16 de julho deste ano, no município de Pelotas. “A vítima estava em sua residência, no bairro Navegantes, quando um indivíduo lhe avisou que teria um presente para lhe entregar. No momento em que abriu a porta, ela foi rendida e levada em um veículo. A encontramos horas depois, em uma residência no interior do município de Morro Redondo, localizado entre Canguçu e Pelotas”, explicou o delegado.

Após o crime, quatro suspeitos foram presos e armas e drogas foram apreendidas. “A ação desta manhã tinha o objetivo de capturar outros indivíduos, apontados como integrantes do grupo criminoso responsável por planejar e executar a extorsão mediante sequestro da mãe do atleta”, disse Lopes.

A operação resultou na prisão de outras seis pessoas, sendo cinco autuadas em flagrante por tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo e uma preventivamente por participação no sequestro. Três armas de fogo, munições e drogas foram apreendidas. “A investigação apontou nove participantes no crime, cinco deles estão presos, dois estão foragidos e outros dois ainda não foram identificados”, completou Rafael.

 

Foto: Polícia Civil/Divulgação