Com seus 47 anos consecutivos mantendo sua tradição, o Festival de Cinema de Gramado traz na edição deste ano 19 longas-metragens em competição e 34 curtas – entre Mostra Gaúcha e Nacional, além de mostras paralelas, exibições especiais, debates e discussões sobre mercado audiovisual.

Com recorde de inscrições, os 195 longas-metragens brasileiros inscritos superam muito os 111 da edição do ano anterior. Dos sete que disputam Kikitos nesta edição, quatro foram produzidos no Distrito Federal. Na categoria longas estrangeiros, totalizaram 95 inscrições, superando as 87 registradas em 2018. A mostra competitiva conta com sete filmes de países diferentes: Argentina, Bolívia, Chile, Costa Rica, Equador, México e Uruguai.

A categoria dos curtas-metragens brasileiros já tem os 12 selecionados divulgados para a disputa, contou com 777 inscrições,  mais do que o dobro das inscrições do ano passado, que totalizavam 365 títulos. Os curta-metragens gaúchos receberam 95 inscrições e terão 20 títulos em competição. A novidade deste ano é a mostra competitiva dos longas-metragem gaúchos, cujos concorrentes serão anunciados nas próximas semanas.

Confira a lista de homenageados e indicados a baixo:

Homenageados

Carla Camurati – Troféu Eduardo Abelin

Lázaro Ramos – Troféu Oscarito

Leonardo Sbaraglia – Kikito de Cristal

Mauricio de Sousa – Troféuo Cidade de Gramado

Curtas-metragens brasileiros

Teoria sobre um planeta estranho (MG) – Marco Antônio Pereira

A pedra (RS) – Iuli Gerbese

O balido interno (PE) – Eder deó

Menino pássaro (SP) – Diogo Leite

O véu de Amani (DF) – Renata Diniz

A ética das hienas (PB) – Rodolpho de Barros

A mulher que sou (PR) – Nathália Tereza

Sangro (SP) – Tiago Minamisawa, Bruno H Castro e Guto BR

Um tempo só (SP) – Lane Alves

E o que a gente faz agora? (BA) – Marina Pontes

Marie (PE) – Leo Tabosa

Apneia (PR) – Carol Sakura e Walkir Fernandes

Amor aos vinte anos (SP) – Felipe Arrojo Poroger e Toti Loureiro

Invasão espacial (DF) – Thiago Foresti

Curtas-metragens Gaúchos

A maior Locadora do mundo (Porto Alegre) – Matheus Mombelli

A pedra (Porto Alegre) – Iuli Gerbase

Budapest_v4_FINAL2 (Porto Alegre) – Gabriel Motta

buitenlanders/estrangeiros (Porto Alegre) – Cassio Tolpolar

Dia de mudança (Porto Alegre) – Boca Migotto

É assim que você parece (São Leopoldo) – Pedro Valadão

Êles (Porto Alegre) – Roberto Burd

Endotermia (Porto Alegre) – Emiliano Cunha

Kerexu (Porto Alegre) – Denis Rodriguez e Leonardo Remor

Linha Travessão (Porto Alegre) – Douglas Roehrs

O Carnaval de Gregor (Caxias do Sul) – Kiwi Bertola

O Menino da Terra do Sol (Bento Gonçalves) – Michel Marchetti

Quero Ir para Los Angeles (Porto Alegre) – Juh Balhego

Só sei que foi assim (Pelotas) – Giovanna Muzel

Sonata (Porto Alegre) – Felipe Diniz

Stardust (Porto Alegre) – P.Zaracla

Tempestade e A janela de Papel (Porto Alegre) – Viviane Locatelli

Tesourinho (Pelotas) – Bruna Dreyer Nery

Veraneio (Porto Alegre) – Nelson Diniz

Who’s That Man Inside My House? (Sapucaia do Sul) – Lucas Reis

Longas-metragens Brasileiros

Hebe – A estrela do Brasil (SP) – Maurício Farias

O Homem Cordial (DF) – Iberê Carvalho

Pacarrete (CE) – Allan Deberton

Raia 4 (RS) – Emiliano Cunha

Veneza (RJ) – Miguel Falabella

Vou nadar até você (SP) – Klaus Mittledorf  e Luciano Patrick

30 anos de Blues (SP) – Andradina Azevedo e Dida Andrade

Longas-metragens Estrangeiros

A Son of a man – La maldición del tesoro de Atahualpa (Equador) – Jamaicanoproblem

Dos Fridas (México e Costa Rica) – Ishtar Yasin

El Despertar de las Hormigas (Costa Rica) – Antonella Sudasassi Furnis

En el pozo  (Uruguai) – Bernardo e Rafael Antonaccio

La forma de las horas (Argentina) – Paula de Luque

Muralla (Bolívia) – Rodrigo Alfredo Alejandro Patiño Sanjines

Perro Bomba (Chile) – Juan Caceres

Foto: Cris Mazzei / RDCTV